Três desejos que todos queremos realizar

Se o gênio da lâmpada conceder a você três desejos, não pense duas vezes: faça pedidos que tragam segurança, uma boa convivência familiar e liberdade.

Mas por que especificamente esses três desejos, se há tantos possíveis e cada pessoa certamente tem a sua própria lista?

Bem, toda a diversidade possível de desejos pode ser resumida em algumas poucas categorias, que representam, no final das contas, as verdadeiras aspirações de todo ser humano.

Assim, entender tais aspirações é um grande passo para que saibamos fazer escolhas inteligentes, que nos tragam uma sensação plena de realização pessoal.

Em qualquer tempo, sempre um desejo por realizar

Os cinco níveis da pirâmide de Maslow

De forma resumida, o ser humano busca, ao longo de sua vida, satisfazer a cinco diferentes níveis de necessidades: Básicas, Segurança, Convívio Social, Reconhecimento e Realização Pessoal.

Conforme nos mostra a pirâmide de Maslow, a partir de um estudo de 1950, o ser humano vive uma eterna busca pela satisfação de desejos. A vida moderna não alterou a essência de tal busca. Ao contrário, reforçou-a.

Sobre as necessidades básicas, não há muito a acrescentar, afinal, continuamos sendo seres biológicos com uma natureza bem definida.

Os 3 desejos

1 - O desejo por segurança nos dias atuais

No passado, buscar segurança significava proteger-se contra as condições hostis que muitas vezes a natureza impunha aos seres humanos.

Nas condições atuais, os riscos ao sentimento de segurança vêm, em sua maioria, da própria civilização. A violência urbana, o trânsito caótico, as aglomerações, a poluição, o ambiente de trabalho estressante e outros fatores contribuem para que as pessoas se sintam inseguras no dia a dia.

Contra tudo isso, a casa costuma ser o nosso principal refúgio. Nenhum outro ambiente é capaz de transmitir sensação semelhante de segurança. Nela, nós nos sentimos fortalecidos e capazes de oferecer segurança também a nossos familiares e aos nossos pertences.

Além disso, a casa é o ponto de onde podemos partir para o trabalho, a escola, as compras, os passeios, e depois retornar em total segurança.

Mas é claro que, para tudo isso ser real, uma boa casa precisa oferecer condições adequadas, como uma boa localização e uma boa estrutura.

2 - A vida moderna precisa, mais do que nunca, da boa convivência familiar

Subindo na pirâmide de Maslow, encontramos a necessidade do convívio social.

Como define a ciência, o ser humano é um “animal social”. Ele sempre teve e terá a necessidade de ser aceito pelo seu grupo, ou ainda, a necessidade de pertencer a um coletivo e de se sentir amado e respeitado por essa condição.

O primeiro e principal grupo de pessoas com quem convivemos é a família. Assim, não é preciso muito esforço para entender a importância de uma convivência familiar harmoniosa.

E mais uma vez nos deparamos com... a nossa casa. Afinal, é em casa que a família se reúne, seja para celebrar as alegrias e conquistas, seja para compartilhar as tristezas e perdas, seja para viver os dias sem sobressaltos.

Pode não parecer, mas faz muita diferença em nossas vidas ter a oportunidade de reunir a família numa sala de estar arejada e aconchegante para jogar conversa fora, ou ainda em uma área livre com gramado e jardim para aproveitar uma boa e ensolarada manhã de domingo.

Famílias bem resolvidas formam pessoas bem resolvidas.

3 - Liberdade para crescer

Os dois últimos níveis da pirâmide de Maslow nos levam à nossa realização como seres humanos.

Queremos conduzir nosso destino, escrever nossa própria história, cumprir nosso propósito, deixar nosso legado.

Nesse ponto, precisamos de liberdade. Liberdade para sonhar, liberdade para transformar sonhos em realidade.

E já que falávamos da nossa casa, agora precisamos considerar que ela não pode ser um fator que venha a nos privar de liberdade.

Nossa casa não pode ser um minúsculo apartamento a nos negar espaço, conforto e um pouco de sol. Nossa casa não pode ser uma fortaleza fechada da qual ninguém entra ou sai. Nossa casa não pode ser a cela a nos aprisionar na rotina casa-trabalho, trabalho-casa.

Casa Jardim, três desejos em um

Conforme vimos, a casa em que moramos está muito presente em nossas vidas, como ponto de partida e como passagem na eterna busca pela satisfação de desejos.

Mas por que não fazer da casa também um desejo a ser conquistado? Você já conhece a Casa Jardim?

Rigorosamente, a Casa Jardim reúne os três desejos sobre os quais falamos aqui: a segurança, a possibilidade de uma boa convivência familiar e a liberdade.

A segurança é dada pela excelente localização do imóvel (próximo a escolas, centros comerciais e escritórios de grandes empresas), pelo condomínio fechado em que ela se encontra e pelos modernos recursos proporcionados pela tecnologia de casa inteligente.
Os ambientes de convivência familiar estão presentes no próprio conceito de Casa jardim tendo o living room integrado ao jardim com piscina, cobertura gourmet para suas reuniões com familiares e amigos.
A liberdade está no amplo espaço interno, no fácil acesso a áreas como o Ibirapuera e o Parque do Povo, ou ainda na possibilidade de sair da rotina e convidar os amigos para uma festa no rooftop gourmet, por exemplo.

Então, quando o gênio da lâmpada lhe conceder três desejos, diga a ele que a Casa Jardim é suficiente. Mas gênios da lâmpada só existem nos contos. É você quem pode conceder a si mesmo esses desejos!

SAIBA MAIS:

Como é viver em uma Casa Jardim?

Poder desfrutar de momentos únicos, compartilhando alegrias e conquistas. A Casa Jardim é um espaço projetado para o bem-estar, seu e de toda a sua família.

Essa relação mais do que saudável para o espírito e saúde mental é mais um dos grandes motivos que incitam qualquer um a realizar um investimento definitivo, seguro e inteligente, optando pelo bem-estar diário que uma Casa Jardim tem como proposta principal.

https://www.seedincorp.com.br/post/casa-jardim-como-e-viver-em-uma

A pirâmide dos desejos

A mais conhecida pesquisa já realizada sobre as necessidades do ser humano foi desenvolvida nos anos 1950 pelo psicólogo norte-americano Abraham Maslow. O objetivo desse estudo era identificar as condições essenciais para que uma pessoa se sentisse realizada.

A teoria resultante dessa pesquisa ficou conhecida como pirâmide de Maslow porque, ao identificar as principais necessidades do ser humano, estabeleceu também uma relação de hierarquia entre elas.

Os cinco níveis da pirâmide de Maslow

De forma resumida, o ser humano busca, ao longo de sua vida, satisfazer a cinco diferentes níveis de necessidades:

• As necessidades básicas: comida, água, abrigo, necessidades fisiológicas e sono. Sem satisfazer a elas, não há sobrevivência possível, muito menos qualquer outro tipo de aspiração;
• A necessidade de segurança: uma vez assegurada a sua sobrevivência, o ser humano sente a necessidade de estar protegido e de proteger seus pertences e as pessoas que lhe são próximas;
• A necessidade do convívio social: vivo e seguro, o ser humano precisa sentir-se aceito por seus pares, numa saudável convivência em círculos familiares e sociais;
• A necessidade de reconhecimento: indo além da aceitação social, o ser humano busca também o reconhecimento por seus feitos e suas conquistas;
• A necessidade da realização pessoal: acima ainda do reconhecimento pelos demais, está a aprovação que o ser humano impõe a si mesmo, uma busca por realização e superação.

ARTIGOS