Home > Blog > Na mídia > A inspiração que vem dos mares
Na mídia

A inspiração que vem dos mares

Martine Grael e Kahena Kunze mantiveram viva a tradição brasileira de subir ao pódio na vela desde a Olimpíada de Atlanta, em 1996. Nos Jogos Olímpicos de Tóquio não foi diferente. A dupla chegou em primeiro lugar na madrugada desta terça-feira na regata decisiva da classe 49er FX e ganhou medalha de ouro.

Inspiração para outros atletas do nosso País que estão se dedicando na modalidade, a dupla mostra que é possível obter bons resultados, basta acreditar. E no último sábado dia 31/07 em São Paulo, a equipe Phytoervas 4z, parceira da SEED Construtora e Incorporadora, na 48° Semana Internacional de Vela de Ilhabela, mostrou que bons ventos trazem bons resultados.  Na classe ORC, o time de velejadores garantiu o 3° lugar e marcou presença no pódio da competição.

Nas águas de Ilhabela, a Phytoervas 4z estreou um novo barco. A conquista do novo material para competir foi festejada pela equipe. Marcelo Belotti, um dos 10 velejadores que integram o grupo, relembrou a época em que precisou competir com um barco que não era próprio da equipe. Agora, ele espera que mais resultados positivos possam chegar a bordo do novo “brinquedo”.

“Estamos super animados com esse barco novo. Sou um velejador há muitos anos, amante do esporte náutico, da Vela, e já competi em diversas categorias, diversas classes. Inclusive na classe oceânica, que são esses barcos grandes. Mas nunca tive a oportunidade de competir com um barco meu, próprio. Eu e um amigo compramos esse barco em janeiro e estamos preparando para que ele tenha uma performance muito boa. Temos um time muito forte, com diversos títulos a bordo. Juntamos uma série de amigos que gostam de conviver juntos e que são bons velejadores. Esse barco é um projeto super feliz”, contou.

Estar competindo na Vela é um sonho de criança que hoje está sendo realizado ao lado dos amigos. A iniciação no esporte começou dentro de casa. Com o apoio dos pais, Marcelo conta que sempre estava inserido no meio ao lado de sua irmã. Agora, a busca dele é para seguir atuando em alto rendimento.

“O esporte na minha vida sempre me fez muito bem. Eu gosto muito de me dar com esportistas. Isso traz para a vida, empresarial e profissional, uma dinâmica muito interessante. Garra, gana, vontade, tomada de decisões. Devo muito, graças aos meus pais que me colocaram no esporte quando eu era super jovem. Eu e minha irmã começamos a nos desenvolver e todos os nossos amigos que fazem parte da tripulação também. O esporte na nossa vida nos norteia. Sou muito feliz. O esporte de alto rendimento, que a gente busca sempre a performance, é quase que uma vida profissional em paralelo. Não é que ocupa o nosso tempo, parece que a gente consegue lidar melhor com a vida profissional, com as questões familiares também, apesar do nosso tempo ser um só”.

Para seguir na caminhada rumo a novos horizontes, Marcelo Belotti e a Phytoervas 4z contam com o apoio da SEED Construtora e Incorporadora. Com cinco anos de história, a Construtora acredita que o apoio ao esporte é fundamental para mudar vidas e auxiliar as pessoas a alcançar novos voos. Inclusive, a relação da SEED com Phytoervas 4z não começou agora. Marcelo Belotti e Fernando Montenegro, fundador da Construtora, são amigos de longa data. O velejador conta que acompanha o trabalho da empresa desde sua fundação, em 2016.

“A SEED eu já conheço a empresa, o fundador da empresa, o Fernando Montenegro, há muitos anos. Pude acompanhar de perto desde quando começou e até o que ela é hoje. Primeiro que acredito muito no empreendedor, nos produtos e o que posso falar é que é um prazer levar o nome da SEED, da Casa Jardim, no meu barco e poder trazer algum retorno para vocês. Só de associar a marca a um esporte como a Vela, já é fantástico. Estou muito feliz em representar essa marca, desejo todo sucesso à SEED e espero que tenhamos um sucesso a altura”, disse.

Brasileiro Classe 420

Além da 48° Semana Internacional de Vela de Ilhabela, o final de semana também foi de mais uma etapa do Campeonato Brasileiro 2021 da Classe 420. No Yacth Club Santo Amaro, em São Paulo, a dupla Bruna e Marina ficaram no 17° lugar.

Agora elas vão se preparar para a próxima competição, agora em setembro no Rio de Janeiro, e já pensam no futuro dentro do esporte. Marina Santos ressalta que pretende chegar na disputa dos Jogos Olímpicos. E para isso, conta com o apoio da SEED INCORP Construtora e Incorporadora. “Eu espero levar a SEED comigo ao longo da minha carreira da vela e depois, poder passar todo o meu conhecimento para outros atletas no mundo na vela. E com o patrocínio eu espero ter mais responsabilidade, mas o principal com essa ajuda, é chegar muito longe e conseguir representar a SEED INCORP e o Brasil em campeonatos nacionais e internacionais da melhor forma. Mas o que eu mais almejo mesmo, é chegar em uma Olimpíada e ter a SEED ao meu lado”, contou.

O pensamento é compartilhado pela companheira de equipe Bruna Patrício. Ela enfatiza a pretensão em adquirir novas experiências de vida através do esporte e agradece à SEED INCORP pela confiança neste início de carreira na Vela.

“Qualquer tipo de esporte tinha que fazer parte da vida de todo mundo, porque te ensina muitas coisas, como o trabalho em equipe, pensar no outro, ter respiro, rotina e disciplina. É um sonho pensar nas Olimpíadas e eu vou continuar treinando pra um dia chegar lá. Eu espero que essa parceria com a SEED me traga novas experiências.

Essa relação vai me ajudar a aprender muito, pois ainda sou nova e nunca tive essa experiência. Eu planejo continuar na vida do esporte futuramente, então vou ter que entender como funciona”, disse.

Sem tempo para descansar, Bruna e Marina já pensam no próximo desafio nas águas. A preparação agora é para ir ao Rio de Janeiro em setembro e buscar uma vaga no Mundial da Juventude de Vela. Bruna lembra que para chegar à competição mundial, é importante ter boa pontuação nas outras três competições que compõem a pontuação da fase classificatória.

“O nosso próximo campeonato é no Rio de Janeiro em setembro. Ele faz parte das classificatórias para o Mundial da Juventude. Espero que eu faça um campeonato bom com minha dupla Marina e que a gente tenha resultados gratificantes no geral. São três campeonatos que contam para a classificação. O Brasileiro, que foi agora no final de julho em São Paulo, na represa Guarapiranga, a Semana de Vela do Rio de Janeiro, que é nosso próximo campeonato em setembro, e a Copa Brasil de Vela, em outubro, em Ilhabela”, finalizou.

Fale com nossos
especialistas
WhatsappE-mail

Fale com a Seed

+ 55 (11) 93259.4640

R. Samuel Morse, 120, 7º andar
Brooklin, São Paulo SP

Nossas redes